Revolução Inglesa

6051343003844131bdfef394adb6aa4d

Os choques que ocorreram entre parlamento e nobreza na Inglaterra durante o século VXII, serviram como pretexto para o que viria a ser chamado pelos historiadores como a Revolução Inglesa.

As reformas religiosas feitas pela monarquia, contraditoriamente, acabaram por fortalecer o parlamento. Tal fortalecimento acabou sendo cessado com a instauração de uma monarquia ditatorial levando ao fechamento da Câmara dos Comuns, culminando a uma Guerra Civil.

” Em 1688, terminou a Revolução Gloriosa e, com ela, as tensões entre rei e Parlamento, instaurando-se, através de uma instrumento legal, uma monarquia constitucional, exemplo mais característico da cultura política contratualista”(Hill, 1977), resultando na abolição de uma monarquia absolutista.

Em decorrência da Revolução Gloriosa, houve a criação dos Atos de Navegação, que estimulavam o comércio externo.

Já durante o século XVI a política de cercamentos dos campos evidencia uma tendência de produção que já mostra a força de uma economia capitalista.

Todas essas ocorrências do século XVI e XVII, resultaram em um processo de industrialização crescente na Inglaterra, mas vale lembrar que as revoluções ocorridas no século XVII não possuíam um sentido burguês em seu início, eram um movimento de oposição à centralização real e combatia o projeto de implantação do absolutismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s