12 Curiosidades sobre a escravidão do Brasil

A escravidão no brasil foi uma relação social que durou desde o brasil colonial até pouco antes do fim do império.

Os escravos foram usados principalmente na agricultura, tento foco na mineração e na atividade açucareira, mas também desempenhavam várias outras funções, como atividades domiciliares. Apresentaremos aqui dez curiosidades, que consideramos importantes, sobre esse modelo de exploração do trabalho.

Os navios negreiros que traziam os escravos da África até o Brasil eram chamados de tumbeiros, devido à morte de milhares de africanos durante a travessia. Estas mortes ocorriam devido aos maus-tratos sofridos pelos escravos, pelas más condições de higiene e por doenças causas pela falta de vitaminas, como no caso do escorbuto.

t

É possível traçar a origem dos escravos em três grandes grupos: os da região do atual Sudão, em que os iorubas, também chamados nagôs, predominam; os que vieram das tribos do norte da Nigéria, a maioria muçulmanos, chamados de malês ou alufás; e o grupo dos bantos, capturados nas colônias portuguesas de Angola e Moçambique.

Um escravo valia mais quando era homem e adulto. Um escravo era considerado adulto quando tinha entre 12 e 30 anos. Eles trabalhavam em média das 6 horas da manhã às 10 da noite, quase sem descanso, e amadureciam muito rápido. Com 35 anos, já tinham cabelos brancos e bocas desdentadas.

Escravos de Ganho eram escravos que tinha permissão de vender ou prestar serviços na rua. Em troca, ele deveria dar uma porcentagem dos ganhos a seu dono.

m.jpg

Em 1823, Dom Pedro I chegou a redigir um documento defendendo o fim da escravidão no Brasil, mas a libertação só ocorreu 65 anos depois

O movimento abolicionista tinha mais de 60 anos quando a Lei Áurea foi assinada, em 1888. Mobilizava muitos intelectuais da época, como escritores, políticos, juristas, e também a população de uma forma geral.

Quando chegava ao Brasil, o africano era chamado de “peça” e vendido em leilões públicos, como uma boa mercadoria: lustravam seus dentes, raspavam os seus cabelos, aplicavam óleos para esconder doenças do corpo e fazer a pele brilhar, assim como eram engordados para garantir um bom preço.

 

l

Estimativas dizem que um escravo americano, na década de 1850 deveria custar, em moeda moderna, 12 mil dólares (aproximadamente 45 mil réis)

A escravidão criou de tal forma raízes na sociedade brasileira que, após conseguir a alforria, muitos ex-escravos adquiriam escravos. Em 1 830, 43% das residências de negros livres da cidade de Sabará tinham os seus próprios escravos.

Os negros nunca tiveram uma atitude passiva diante da escravidão. Muitos quebravam ferramentas de trabalho e colocavam fogo nas senzalas. Outros cometiam suicídio, muitas vezes comendo terra. Outros, ainda, entregavam-se ao banzo, grande tristeza que podia levar à morte por inanição. A forma comum de rebeldia, no entanto, era a fuga.

g

Referências:

https://misteriosdomundo.org/13-curiosidades-sobre-a-escravidao/

http://www.maiscuriosidade.com.br/21-fatos-e-informacoes-sobre-a-escravidao/

https://www.geledes.org.br/25-curiosidades-sobre-escravidao/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s